Cristais




Cristais são minerais dotados de energias. Eles possuem um campo atômico e emitem um tipo de energia sutil inesgotável, usada para auxiliar na cura de doenças físicas e mentais.Seu campo magnético é constante e, portanto, sua energia é inesgotável.
Muitas vezes, vemos pessoas que não deixam ninguém tocar em seus cristais. Essa postura, além de ser um tanto antipática e egoísta, é pura crença. A única coisa que pode acontecer é o cristal passar energia e beneficiar essa pessoa, o que faz parte da sua missão.Depois, é só limpá-lo e energizá-lo e ele ficará melhor do que antes. A energia do cristal, quanto mais estimulada, mais se movimenta, ampliando sua intensidade.
Falar sobre os cristais, os tipos de cristais descobertos até hoje, suas propriedades, as formas com que se apresentam, os benefícios que podemos receber deles, sua composição, sua atualização e todas as formas de utilizá-los, é um assunto inesgotável. Aqui, daremos apenas uma breve explicação sobre as propriedades de alguns cristais que são encontrados facilmente e ensinaremos uma proteção para ambientes feita com os cristais em um vidro com água. Com certeza, será uma proteção muito bem-vinda em sua casa.

-Propriedades dos Cristais

Ametista: sua energia combate o alcoolismo, tristeza, mágoa e depressão. É considerada como o cristal da paz, pois propicia paz e bons pensamentos, sensitividade, protegendo-nos de ladrões e ferimentos.

Citrino amarelo: atua nos órgãos do plexo solar, combatendo fraquezas musculares. No campo emocional, combate as fraquezas mentais e instintos auto-destrutivos, promovendo equilíbrio e ajudando na área profissional. É muito usado em rituais para prosperidade.
Granada: trabalha com a sexualidade e reforça a energia física. Desenvolve a auto-percepção, a coragem e o magnetismo. Repele as energias negativas dos chakras.
Hematita: muito boa para a regeneração de tecidos e distúrbios do sangue. Proporciona tranqüilidade e divinação. Elimina doenças do corpo e estimula desejos.
Quartzo azul: atua na área da garganta e boca. É considerado o cristal da comunicação e da tranqüilidade, pois proporciona equilíbrio da comunicação e expressão.
Quartzo rosa: auxilia no tratamento de doenças dos órgãos do tórax, reduz rugas e estimula os glóbulos vermelhos. É considerado o cristal do amor, expressão pessoal e artística, aumenta a auto-estima.
Quartzo verde: trabalha com o timo, propicia recuperação geral e resistência imunológica. Traz equilíbrio, calma, centramento, saúde e prosperidade.
Quartzo transparente: energizador e excelente em trabalhos para curas em geral. Atua no sistema límbico, auxiliando na cura das doenças psicossomáticas. É considerado um "cristal curinga", porque tranforma as energias.
Sodalida: trabalha com a visão e a audição. Reforça a auto-estima, auto-confiança, a percepção, auxiliando o desenvolvimento da terceira visão e da intuição. Muito bom para ser usado em meditações, pois colabora com o crescimento espiritual e traz sabedoria.
Turmalina negra: muito usada em casos de artrite, reumatismo e doenças coronárias. Combate a ansiedade e a desorientação. Traz proteção e centramento.
Pirita: regida por Marte, propicia dinheiro, divinação e sorte. Muitos consideram a pirita como metal. Este cristal é o famoso "ouro de tolo", porque, na sua forma bruta, parece com o ouro. Traz sorte, dinheiro e capacidade mental.
-Como limpar e energizar os cristais
Para limpar os cristais, basta lavá-los em água corrente ou passá-los na fumaça do incenso.
A energização poderá ser feita colocando-os em um recipiente de cerâmica, vidro ou pedra com água e expô-los aos raios do sol ou da Lua Nova, Cheia ou Crescente.
Colocá-los na chuva também é excelente para a energização.
Muitos usam a água com sal grosso na energização. Mas este método altera o aspecto de certos cristais que têm metal em sua composição, como, por exemplo, a pirita.

-Pote de proteção
Material:.
um pote de vidro ou um copo de vidro. nove cristais a sua escolha. água
Modo de fazer:
Coloque os nove cristais no pote de vidro com água que cubra os cristais. Coloque seu pote de proteção no lado direito da entrada de sua casa, escritório ou estabelecimento comercial.
Troque a água para limpeza e energização uma vez por semana ou quando sentir que as energias do local estão muito densas.

Google 

A vida


A vida é passageira, mas nem tanto, muitos vivem, sofrem por anos e ainda no final da vida sofre mais ainda por causa de alguma doença incurável.

Não sabemos os propósitos de Deus, e nem dá para entender porque muitas pessoas sofrem na cama por anos e nunca fazem a viagem definitiva.

Seria um carma de cada um? Castigo ? ou Deus é um ser tão ruim que deixam pessoas sofrerem para ganhar o tão sonhado Paraíso?

Realmente não sabemos talvez só depois da nossa morte, mas como estamos ainda na terra e sem resposta, sempre me pergunto porque o sofrimento, faz parte da vida?

Talvez porque a gente tenha que sofrer para poder ter o perdão dos nossos pecados, mas mesmo depois da morte nem tem como saber como a gente vive no tão sonhado Paraíso.

A conclusão que se chega é que a reencarnação é algum castigo para o espirito pecador, porque a vida na terra não é tão fácil...

Mas cabe a Deus nos perdoar e do jeito que ele acha melhor, porque se a humanidade existe é porque ele assim o quis, entre anjos e demônios e o livre arbítrio o nosso espirito sofre na terra, sem ao menos a gente saber porque, cabe cada um de nós tentar entender, por mais difícil que seja, os vínculos carnais entre as pessoas são também espirituais, uns ajudam, outros atrapalham, mas a libertação de cada um só Deus sabe o momento certo do nosso corpo carnal deixar a Terra e partir para um Paraíso desconhecido.

Que seja feita sua vontade e que nos dê força sempre para suportar a nossa estadia prévia na Terra.
by_____Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ┊☽✫ VGitana Tsara © Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ┊☽✫
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados

Dança Cigana


Os ciganos adoram dançar. A dança nasce com eles no momento em que abrem os olhos para enfrentar a dura vida de cigano. Desde criança os ciganos ouvem e dançam as seguidillas, a rumba, as alegrias e o flamenco - ritmos e sons tradicionais - produzidos pelas guitarras, violinos, violões, acordeões, címbalos, castanholas, pandeiros, palmas das mãos e batidas dos pés, que aprendem desde cedo com parentes e amigos nas festas da kumpania (acampamento).

Não existem ciganos profissionalizados através da dança cigana e sim aqueles que fazem apresentações apenas para divulgar esse lado tão belo e cheio de magia dessa tradição que a todos fascina.

A dança cigana não é portanto, encarada como um ofício pelos ciganos. Montagens de balé e de óperas (como Carmen, de Bizet) são representadas por profissionais de balé não-ciganos (gadjes). Ciganos não frequentam academias nem aulas de dança, pois quando dançam, o fazem com a alma, o coração e os movimentos naturais do corpo, sem nenhuma coreografia pré-concebida.

Como diz Niffer Cortez (uma das poucas dançarinas ciganas) "Marcar uma coreografia, para o cigano, é prende-lo; é não dar liberdade para os seus movimentos". Por outro lado, a Bibi Esmeralda (chefe do Grupo Kalemaskê Romae, de Pirituba/SP), é uma Puri (avó) de 65 anos e dança como uma jovem de vinte. Se a colocassem dentro de uma coreografia, com certeza, cortariam grande parte da emoção espontânea e do inestimável encanto que ela nos transmite quando dança com toda a sua desenvoltura, arte e beleza.

A história da dança oriental está intimamente ligada à história dos ciganos. Eles vieram da Índia e emigraram até a Espanha, para a região de Andaluzia. O nome espanhol dos ciganos é "gitano". O idioma dos ciganos é o romanês e contém em sua maioria palavras derivadas do antigo sânscrito (conforme pesquisa de Grellman), que era falado no noroeste da Índia. Mas por todos os países que passavam, assimilavam palavras de idiomas locais, por isso encontramos palavras do turco, grego e armênio. Em cada país eram chamados por outros nomes:

Luri no Beluchistão/ Luli no Iraque / Karaki ou Zangi na Pérsia / Kauli no Afganistão / Cingan ou Tchingan na Sïria e na Turquia / Tsiganos ou Atsincani na Grécia / Roma ou Sinti na América.

Há mais de 600 anos os ciganos emigraram para a Europa, onde se dividiram em vários grupos:

1- um grupo chegou até a Inglaterra, partindo de Bizanz (Istambul), percorrendo a Sérvia e a Itália.
2- outro grupo se dividiu deste no norte da França e foi de Paris até o norte da Espanha
3- outros se espalharam pela Moldávia até a Rússia
4- outros foram para o Egito e de lá para a Andaluzia

Tanto o povo cigano como o andaluz eram um orgulhosos por manter suas tradições. Eram muito individualistas e leais à instituição familiar. Assim nasceu a sociedade do flamenco. Esta palavra "flamenco" designava ciganos, pessoas sem posse de terra, derivado do árabe das palavras "fellahu" e "mengu", que significava "o camponês errante". A sociedade espanhola associava a esta palavra os ciganos, ou o estilo de vida cigana. Tal estilo incluía a arte da música flamenca, a dança e a tourada.

Como os ciganos eram intrusos no país, muitas leis foram feitas contra eles. Entretanto, a inquisição espanhola nunca conseguiu provar nada contra, se tinham uma religião ou não, pois eles eram espertos. A cultura dos ciganos é tida como uma cultura de estranhos e geralmente imagina-se um povo alegre e feliz, mas a música que tocavam entre si era muito trágica, triste e vingativa., pois sua vida real só era manifestada entre eles. Para o mundo de fora, só cantavam músicas alegres, que é o que se esperava realmente. Tinham uma vida difícil e tentavam ganhar dinheiro de todos os modos. Assim, aproveitavam as apresentações de música e de dança por todos os lugares que passavam, levando seus ritmos e músicas que mesclavam-se com os da cultura local. Desta forma, foram trazidos ritmos indianos mesclados com melodias islâmicas para a Andaluzia. Pode-se ouvir a nítida influência árabe na música flamenca, e também na dança, os movimentos de quadril e expressão de fortes sentimentos e emoções, são de natureza árabe.

Os ciganos acreditam que espíritos e entidades os acompanham no dia a dia. Um artista tem que esperar que um ente se aposse dele e inspire-o para que seja capaz de fazer a arte verdadeira. Este sentimento profundo criou o "canto jondo" na Andaluzia, um canto de tristeza profunda, que se contrasta com o "canto flamenco". O estilo de dança flamenca, com seus movimentos característicos de braços e de tronco, tem uma certa similaridade com a dança clássica persa, como também com a dança moderna da Ásia Central, Enquanto que na dança moderna árabe, os movimentos são centrados na região do ventre e os braços se mantém na altura dos ombros. Na dança flamenca e persa, os movimentos são centrados na região do tórax e é usado o máximo de espaço acima da cabeça para executar os graciosos movimentos de braços e mão.

Fonte: Google

Sua Bruxa interior




Todas nós temos nossa bruxa interior. Basta saber como  e em que momento  podemos libertá-la.
Todos os dias lutamos contra nossos fantasmas interior , buscamos sempre a perfeição de nossos atos e situações, sofremos, choramos, rimos, nos estressamos e a cada uma dessas sensações que sentimos durante o nosso dia –dia nos desgasta deixando a nossa energia vital muito negativa e isso prejudica a nossa saúde, e a nossa auto estima.

Mesmo que pudéssemos saber todos os dias o que irá acontecer desde o momento que tocássemos nossos pés ao chão ao se levantar, ainda assim não saberíamos lidar com certas situações que irá acontecer durante o dia , mês e ano, saber algo é diferente de vivê-las  e senti-las .

Sempre encontraremos barreiras em nossa vida: um trabalho que não deu certo, a infidelidade, morte de um ente querido , o fim de um relacionamento, o desprezo de quem a gente ama, aquela viagem que não deu certo, aquela compra que não se realizou, enfim muitos são os desafios que são colocados a prova para ver o quanto somos fortes o suficiente para vencê-los.

É nesse momento que devemos libertar a nossa bruxa interior, é nesse momento que devemos buscar essa força interior para transformar nossos momentos ruins em momentos bons, por mais difícil que seja uma situação ou um sentimento abra a janela do seu coração e transforme momentos difíceis  em momentos especiais, se hoje não deu certo amanhã será diferente, para cada lágrima transforme em um doce sorriso , nossa força interior é muito maior do que a gente pensa, somos fortes suficiente para vencer todos os obstáculos , basta acreditar em sua Bruxa interior e  transformar uma pedra de carvão em ouro  e faça esse ouro se multiplicar todos os dias.

As forças do Universo , da Natureza  conspira sempre a nosso favor e quem está acima de tudo isso é Deus, acredite o quanto é importante ter fé, acima de tudo a sua fé interior.




“Todos temos um bruxo ou bruxa dentro de nós. Temos o  poder de transformar momentos ruins em bons, uma lágrima pode se transformar em um belo sorriso , basta querer e acreditar  que tudo é possível e que podemos mudar tudo em nossa vida.” 









by: Vaulíria - VGitana ®
© Todos os Direitos Reservados
Respeite os Direitos Autorais

Graciasssss



Graciasssss  minha amigas  minhas Leitoras queridas e a todos meus familiares pelas lindas homenagens recebidas no meu niver  21/10
Pessoas como vocês que fazem toda a diferença não só em datas especias como todo ano.

Amo vocês , 💖😘🙏💃

by_____Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ┊☽✫ VGitana Tsara © Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ ┊☽✫
Respeite os Direitos Autorais
© Todos os Direitos Reservados